Cronograma de implantação da solução Zero Aterro no seu município

(a ser apresentada ao Ministério Público)

Projeto Zero Aterro FASE 1:

*Implantação do plano pedagógico Zero Aterro, com suporte da secretaria de educação e da secretaria de saúde do município;
*Construção e operacionalização da Central de Logística Reversa Zero Aterro, que conterá uma área destinada ao armazenamento temporário de Rejeitos Embolsados;
*Suporte das secretarias do município, para oportunizar aos catadores dos lixões locais a se organizarem em uma Associação de Catadores Autônoma Autossustentável;
*Início da coleta seletiva seca, com a pronta triagem realizada na Central de Logística Reversa Zero Aterro. O produto final será armazenado e comercializado pela Associação de Catadores local para recicladoras do entorno, obedecendo os ditames do acordo setorial em vigor desde 2015 entre o Ministério do Meio Ambiente e o Cempre.


Projeto Zero Aterro FASE 2:

*Implantação da triagem dos resíduos orgânicos na Central de Logística Reversa Zero Aterro;
*Implantação da compostagem acelerada dos resíduos sólidos orgânicos e comercialização pela Associação de Catadores do produto final para uso no ajardinamento da cidade, recuperação de matas ciliares ou projetos de reflorestamento.


Projeto Zero Aterro FASE 3:

*Implementação do plano de ação Zero Aterro, que visa a redução gradual ao longo dos anos do volume dos rejeitos embolsados e armazenados.
*Serão identificados os fabricantes destes rejeitos e negociada a gradual implementação da sua logística reversa, sob a responsabilidade destes fabricantes e dos distribuidores e varejistas locais ou do entorno, conforme ditames da lei 12.305/10.